terça-feira, 8 de maio de 2018

Década de 1950



Vista aérea da Área Central, entre 1952 e 1953












quarta-feira, 11 de abril de 2018

Centro na década de 1930


Vista aérea da Área Central em 1935, antes de ser destruída pelo modernismo

Praça Tiradentes em 1934




domingo, 8 de abril de 2018

Controle do Trânsito em 1973


Em dezembro de 1973, nas vésperas no Natal, início da operação do Sistema de Controle de Trânsito , com 12 câmeras distribuídas em locais estratégicos da cidade, com central de controle instalada na antiga rodoviária. O sistema importado do Japão por 1,2 milhão de cruzeiros foi o terceiro do mundo e o primeiro do Brasil a funcionar, só existindo similares nas cidades de Liverpool e Estocolmo. 


REFERÊNCIAS:

Revista Veja. 1974, janeiro, 2.



Marcelo Almirante
Página lançada em 8 de abril de 2018

domingo, 2 de julho de 2017

Belvedere em Curitiba será restaurado e vai receber a APL

30/06/17 - Bem Paraná

Greca assina o decreto de transferência de R$ 1,073 milhão em recursos de potencial construtivo para o restauro do Palácio Belvedere (foto: Levy Ferreira/SMC)

O prefeito Rafael Greca assinou nesta sexta-feira (30) o decreto de transferência de R$ 1,073 milhão em recursos de potencial construtivo para o restauro do Palácio Belvedere, Unidade Especial de Interesse de Preservação (Uiep), no São Francisco, que será a nova sede da Academia Paranaense de Letras (APL). Também assinaram o secretário municipal do Urbanismo, Marcelo Ferraz César, o presidente da APL, Ernani Buchmann, a professora Chloris Casagrande Justen, ex-presidente da APL, o ex-secretário de Estado e também integrante da academia, Flávio Arns, o secretário de Assuntos Estratégicos do Governo, Jorge Eduardo Wekerlin, e a escritora Adélia Woellner.

“Vamos integrar o Belvedere a Curitiba, obra do prefeito Cândido de Abreu, uma das edificações art nouveau mais elegantes e que representa a bela época da nossa cidade”, afirmou o prefeito. O local funcionará como Observatório da Cultura Paranaense e contará ainda com um café administrado pelo Sesc Paraná, similar ao existente no Paço da Liberdade, como parte da parceria com a Federação do Comércio (Fecomércio).

Os recursos destinados para o restauro do prédio histórico são provenientes de um saldo remanescente do que foi aplicado na recuperação da subsede do Ministério Público do Paraná (MP-PR), na Avenida Marechal Floriano Peixoto, no bairro Rebouças. O projeto do restauro do Belvedere foi desenvolvido por arquitetos do Sesc em parceria com o Ippuc. O Palácio Belvedere, na Praça João Cândido, é um prédio tombado pelo Patrimônio Histórico do Estado no ano de 1966.

De acordo com o presidente da Academia Paranaense de Letras, a expectativa é que estejam instalados no Belvedere entre 12 e 18 meses. “Esperamos que até meados de 2018 o prédio esteja em pleno funcionamento”, disse Buchmann.

A professora Chloris Justen ressaltou o empenho do prefeito na viabilização do projeto. “O entusiasmo dele pela cultura e a arte foram decisivos neste processo. Será uma realização desta gestão com um cuidado que não houve em outras administrações.”

Segundo Chloris, o Belvedere será importante núcleo para a retomada da orientação educacional com base na cultura paranaense. “Será um observatório para tratar não apenas da nossa literatura, mas da formação de professores para a inclusão da cultura paranista e da história do nosso Estado no ensino fundamental e médio”, observou ela. 

Também participaram da reunião o secretário do Governo Municipal, Luiz Fernando Jamur, o presidente do Ippuc, Reginaldo Reinert, e Mauro Magnabosco, também do instituto; Ana Márcia Gonzales, da Secretaria Municipal de Urbanismo, e a administradora da Regional Matriz, Guacira Civolani.

ART NOUVEAU

Exemplar arquitetônico desenhado com linhas art nouveau, o prédio foi construído em 1915 pelo então prefeito Cândido de Abreu para ser um mirante no então ponto mais alto urbanizado da capital.

A edificação teve outros usos, tendo sido, nos anos 20, sede da primeira rádio do Paraná, a Rádio Clube Paranaense. Na década de 30 passou a ser Observatório Astronômico da antiga Faculdade de Engenharia do Paraná e, em 1962, sede da União Cívica Feminina Paranaense.

Anos mais tarde, em 2008, o prédio foi usado como posto da Polícia Militar e, entre 2012 e 2014, transformado no primeiro Centro Estadual de Defesa dos Direitos da População em Situação de Rua.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Prefeitura de Curitiba decreta luto por morte do arquiteto Lubomir Ficinski

29/06/2017 - Tribuna PR

Arquiteto formado pela 1° turma do curso de Arquitetura da UFPR, participou da criação do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc)

Foto: Cesar Brustolin/SMCS

A Prefeitura de Curitiba decretou nesta quinta-feira (29) luto de três dias pela morte do arquiteto e urbanista Lubomir Ficinski Dunin, 87 anos. Arquiteto formado pela 1° turma do curso de Arquitetura da UFPR, participou da criação do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), do qual foi presidente por duas vezes, e retornou como integrante da equipe de Projetos Especiais, a convite do prefeito Rafael Greca.

“Curitiba e o Paraná se despedem hoje de um grande parceiro. Lubomir Ficinski Dunin segue adiante e deixa para a cidade um enorme legado, não apenas em obras, mas de compromisso, caráter e retidão profissional”, afirmou Greca.

Lubomir Ficinski foi integrante da equipe fundadora do Ippuc em 1965 ao lado de Jaime Lerner, Luis Garcez, Fanchete Rischibieter, Dúlcia Auríquio, Nicolau Kluppel.   Criador do Paranácidade, foi também secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e consultor do Banco Mundial.

O Parque Barigui, o prédio da Telepar, o Programa Paraná Urbano, que levou infraestrutura a todos os municípios paranaenses, são algumas das heranças de Lubomir para a cidade.

Do alto dos seus 87 anos, Lubomir retornou à casa de Planejamento da cidade e em seis meses desta gestão criou o projeto do Anel Metropolitano de Transporte, de integração de Curitiba com as cidades vizinhas, pela Linha Verde e os eixos estruturais.

sábado, 24 de junho de 2017

Entrevista Coletiva - Impactos da nova Lei de Zoneamento e Uso do Solo de Curitiba

23/06/2017 - Band Curitiba


Entrevista Coletiva deste sábado (24/06/2017) discutiu os impactos da nova Lei de Zoneamento e Uso do Solo de Curitiba. Participaram da conversa os especialistas:

sábado, 17 de junho de 2017

Entrevista - Campo Largo em destaque

17/06/2017 - Band Curitiba

Band Entrevista - Marcelo Puppi, prefeito de Campo Largo

https://www.youtube.com/watch?v=IdNHfSSLZZ0&t=0s